CONTO ERÓTICOS GAY: Na cama com o moreno do Badoo

01:34


Meu nome é Rafael, tenho 21 anos e curso administração numa cidade da Bahia, sempre curti uma sacanagem no sigilo;sou do tipo que come pelas beiradas e isso nunca me fez mal, fisicamente me considero normal , não sou alto, possuo um tipo físico normal, sou moreno claro, tenho 20 centímetro de pica, e uma bunda daora #rs.
Certo se você consegue me imaginar pela descrição acima e deseja saber um pouco sobre um determinado momento da minha vida, continue lendo.

Não parece, mas tentei resumir ao máximo para facilitar pros leitores do TudoHot, Pode perceber que não consegui. rs Então só me resta pedi que você, se teletransporte e permita-se sentir o que eu sentir. Pois foi FODA.


Estava solteiro e sem cabeça pros estudos, era uma tarde de sábado e eu não tinha nada programado pra noite. E eu estava na seca. Foi quando conheci o Badoo, não dava nada pela rede social, no entanto alguns comentários na web me encorajaram a criar o perfil. Perfil criado. Sistema entendido. Recebi algumas curtidas que certamente evoluíram pra uma conversa... Foi quando conheci o Thiago. Ele era um belo moreno, corpo  bem delineado, uma bunda deliciosa, olhos negros intimidadores, enfim um tipo de pessoa que certamente eu estaria disposto a conhecer. O legal foi que nós dois queríamos um sexo casual naquele momento. Só deveríamos ajustar os detalhes. Marcamos em um determinado ponto. O avistei de longe, era um jovem realmente lindo. O cumprimentei e fomos conversar um pouco na sua casa, se é que me entendem. Estava louco pra foder com esse cara! Chegamos a sua casa, pedi um copo d'água, ele me convidou ao seu quarto.


Ele perguntou se eu não queria tirar a camisa, pois segundo ele estava muito calor. Claro que concordei e tirei na hora - eu poderia está no Canadá, se um moreno safado me pedisse pra tirar a camisa, o faria sem pensar duas vezes, só pra constar. Tirei a camisa e pedi que ele fizesse o mesmo. Pedido atendido. Fui além e tirei sua bermuda... Porra, aquela sunga vermelha me deu um tesão da porra, deixou o ainda mais gostoso. Meu pau estava praticamente saltando da minha calça jeans preta. ele percebeu e logo começou me acariciar. Me voltei para o seu corpo e procurei senti-lo com beijos e apalpações nada indiscretas, ele retribuía e com mais paixão ainda. Era muito tesão pra uma cama de solteiro apenas. Foi quando ele me deixou completamente nu e começou a lamber todo o meu corpo, quando ele chegou no meu pau, foi a melhor sensação do mundo... naquele momento.


 Ele chupava como ninguém; sinceramente superou as expectativas, elE engolia meu cacete por inteiro, engasgava e mesmo assim forçava mais. Fui no céu! Alisava sua grande bunda lisinha, com vontade de cair de boca nela. Mandei que ele ficasse de quatro e soquei a língua naquele cu. Ele gemia bem gostoso, e cada vez mais excitado com aquele macho pedia que ele empinasse mais o cuzinho! Era uma bela cena, digna dos melhores filmes pornôs internacionais. Parei de lubrificar aquele cuzinho e perguntei se ele queria pau; ele sem hesitar disse que queria sentir aquele pau grosso dentro dele. Ele iria ser meu putinho. Pedi que ele naquela posição mesmo, empinasse com vontade pra entrar bem gostoso, ele obedeceu imediatamente. Foi quando comecei a meter naquele safado, no comecinho demorou pra enfiar, mas logo estava com meu cacete enterrado naquela bunda e metendo cada vez com mais força e vigor, não me cansava e ele gemia muito alto e suspirava muito pedindo que eu continuasse. Poderia ficar a vida toda naquela posição, ora e outra tirava todo o meu pau e via aquele cu piscando, pedindo por rola, eu obedecia; era a melhor sensação do mundo naquele momento.

Imagine, uma bela bunda morena empinada e durinha associado a um belo corpo e o seu pau socando firme dentro dela. Pois é, essa era minha sensação. Sem tirar meu pau de dentro mudamos a posição ele queria cavalgar. Adorei a sugestão. Batia uma nele enquanto, meu tesão só aumentava com aquele cara lindo saltando de prazer na minha pica. Ele parecia explodir de prazer, e realmente explodiu, muita porra jorrou no meu peito enquanto eu ainda estava dentro dele. Ele respirou mais ofegante do que nunca, foi o que bastou pra eu encher a camisinha de porra também. Seu cu não parava de piscar, nós transbordávamos paixão. Ficamos um tempo ali, nos beijamos e apreciamos aquele momento.

Fomos ao banheiro juntos, na inocência rs e quando penso que não estávamos batendo uma pro outro novamente e aproveitando ainda mais aquele precioso momento. Éramos apenas desejo e sincronia. Foi o melhor sexo da minha vida, naquele momento.

ATENÇÃO! FOTOS MERAMENTE ILUSTRATIVAS.

CONTO ENVIADO PELO BELO RAFAEL DA BAHIA. MEU CONTERRÂNEO. MANDE TAMBÉM SEU CONTO, CLICANDO AQUI

Você poderá gostar Também de

0 Opiniões